Publicado em Deixe um comentário

Fotoproteção, dicas e importância do uso do Protetor Solar.

 

A exposição à radiação ultravioleta (UV) tem efeito cumulativo. Ela penetra profundamente na pele, sendo capaz de provocar diversas alterações, como o bronzeamento e o surgimento de pintas, sardas, manchas, rugas e outros problemas. A exposição solar em excesso também pode causar tumores benignos (não cancerosos) ou cancerosos, como o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma. A maioria dos cânceres da pele está relacionada à exposição ao sol, por isso todo cuidado é pouco.

Sobre os protetores solares (fotoprotetores):  também conhecidos como protetores solares ou filtros solares, são produtos capazes de prevenir os efeitos indesejados provocados pela exposição solar, como o envelhecimento precoce e a queimadura solar, além do câncer da pele. O fotoprotetor ideal deve ter amplo espectro, ou seja, ter boa absorção dos raios UVA e UVB e não ser irritante.

Eles podem ser físicos ou inorgânicos e/ou químicos ou orgânicos. Os protetores físicos, menos irritantes, à base de dióxido de titânio e óxido de zinco, como o LIPX SOLAIRE, se depositam na camada mais superficial da pele, refletindo as radiações incidentes. Eles não eram bem aceitos antigamente pelo fato de deixarem a pele com uma tonalidade esbranquiçada, mas isso tem sido minimizado pela coloração de base de alguns produtos, o LIPX SOLAIRE, tem argila. Já os filtros químicos funcionam como uma espécie de “esponja” dos raios ultravioletas, transformando-os em calor, causam mais sensibilização na pele.

Radiação UVA e UVB: um fotoprotetor eficiente deve oferecer boa proteção contra a radiação UVA e UVB. A radiação UVA penetra profundamente na pele, e é a principal responsável pelo fotoenvelhecimento e pelo câncer da pele. Já a radiação UVB é mais intensa entre as 10 e as 16 horas, sendo a principal responsável pelas queimaduras solares e pela vermelhidão na pele.

Como aplicar o fotoprotetor: o produto deve ser aplicado ainda em casa, e reaplicado ao longo do dia a cada 2 horas, se houver muita transpiração ou exposição solar prolongada. Tanto vale para corpo quanto para lábios do caso do LIPX SOLAIRE FPS15/UVA9. É necessário aplicar uma boa quantidade do produto, equivalente a uma colher de chá rasa para o rosto e três colheres de sopa para o corpo, uniformemente, de modo a não deixar nenhuma área desprotegida.

O filtro solar deve ser usado diariamente, mesmo quando o dia estiver frio ou nublado, pois a radiação UV atravessa as nuvens. É importante lembrar que usar apenas filtro solar não basta. É preciso complementar as estratégias de fotoproteção com outros mecanismos, como roupas, chapéus e óculos apropriados. Também é importante consultar um dermatologista regularmente para uma avaliação cuidadosa da pele, com a indicação do produto mais adequado.

Medidas de proteção:

  • Usar chapéus, camisetas, óculos escuros e protetores solares.
  • Cubra as áreas expostas com roupas apropriadas, como uma camisa de manga comprida, calças e um chapéu de abas largas.
  • Evitar a exposição solar e permanecer na sombra entre 10 e 16 horas (horário de verão).
  • Na praia ou na piscina, usar barracas feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta. As barracas de nylon formam uma barreira pouco confiável: 95% dos raios UV ultrapassam o material.
  • Usar filtros solares diariamente, e não somente em horários de lazer ou de diversão. Utilizar um produto que proteja contra radiação UVA e UVB.  Reaplicar o produto a cada duas horas ou menos, nas atividades de lazer ao ar livre. Ao utilizar o produto no dia a dia, aplicar uma boa quantidade pela manhã e reaplicar antes de sair para o almoço.
  • Observar regularmente a própria pele, à procura de pintas ou manchas suspeitas.
  • Manter bebês e crianças protegidos do sol. Filtros solares podem ser usados a partir dos seis meses.
  • Consultar um dermatologista uma vez ao ano, no mínimo, para um exame completo.
Publicado em 1 comentário

Agradecimento, Viva a Beleza Natural e Sustentável!

Viva a Beleza Natural e Sustentável! Agradecemos muito a torcida de todos neste evento, Prêmio Ecoera, onde todas as empresas participantes abriram suas agendas para discutirem sustentabilidade em sua cadeia de valor, foram 126 empresas inscritas ficamos entre os 26 finalistas, e desta vez não levamos o troféu, mas estar entre este time selecionado já foi uma enorme vitória.

Continuamos acreditando,  cada vez mais,  que precisamos produzir e consumir de forma mais responsável e sustentável.

Nesta quarta edição do Premio Ecoera que ocorreu no dia 09/11, as empresas foram avaliadas segundo um questionário de avaliação que mede as boas práticas das empresas divididas em três fases: pré-consumo, consumo e pós-consumo.

A fase do pré-consumo refere-se a fase que começa no plantio ou fabricação das matérias primas passando pela criação, desenvolvimento até a chegada das peças nos pontos de venda; a fase do consumo tem como foco o ponto de venda e as relações com os clientes; e a fase do pós-consumo, que mede as práticas positivas no término da vida útil dos produtos e na sua destinação quando descartado.

Vamos então destacar aqui estes pontos importantes que queremos dividir com vocês, sobre o que fazemos sobre estas boas praticas nestas nestas três fases:

Pré consumo:Desde o desenvolvimento dos produtos, os fornecedores são qualificados, as matérias primas são rastreáveis quanto a sua origem, extração e contribuição com economia local.

Não utilizamos matérias primas derivadas de animais, assim como derivados do petróleo, PEGs, silicones por não serem biodegradáveis, também são excluídos de nossa lista de ingredientes, assim como filtros solares químicos, essências sintéticas, parabenos, transgênicos e matéria primas com glúten.

Realizamos testes de eficácia e dermatológico, em laboratório qualificado e credenciado pela ANVISA em nossos produtos, garantindo assim a segurança e credibilidade de uso dos nossos produtos por nossos consumidores.

Valorizando a economia local

A fabrica onde são desenvolvidos e produzidos manualmente nossos produtos é nacional, está há 36 anos no mercado, empregando e gerando mão de obra especializada em fabricação de projetos naturais, gestão de resíduos e cuidado com meio ambiente. O mesmo acontece com nossas embalagens, são produzidas no Brasil, com plásticos que são recicláveis. Para toda nossa arte, nossos designers são brasileiros e estão alinhados também com nossos propósitos, utilizamos em toda nosso material impresso o selo FSC.

Para certificação de nossos produtos veganos, optamos pelo SELO VEGANO emitido pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) que é uma organização sem fins lucrativos que opera desde 2003 com recursos advindos de doações de seus filiados e apoiadores, entre outras fontes de receita minoritárias.

Pós consumo – Criando Impacto Socioambiental Positivo

Este ano compensamos 507kg de massa plástica, derivadas de nossas embalagens plásticas que são recicláveis, com a adoção do selo EURECICLO.

As cooperativas de reciclagem são responsáveis pela destinação correta dos resíduos recicláveis, mas raramente são remuneradas por prestar esse serviço ambiental, quando adotamos o selo eureciclo, preenchemos justamente essa lacuna da remuneração proporcional ao serviço, contribuindo para o desenvolvimento do setor de reciclagem no Brasil, cumprindo com toda a regulamentação existente e para a promoção do avanço da reciclagem no Brasil.

Traremos novidades em breve! Enquanto isso, acompanhe nosso trabalho e saiba mais sobre os nossos produtos aqui no site ou no nosso Instagram. E se tiver sugestões de como podemos ser ainda mais sustentáveis, escreva para nós.